Os oito odiados (resenha de filme)

Fala bando de Creuso!

Hoje a resenha é sobre OS OITO ODIADOS, um filme que vi tem umas 2 semana. 

os oito odiados - Quentin Tarantino - os 8 odiados - oito odiados - 8 odiados - filme - cinema - samuel l. jackson - faroeste - suspense - drama - resenha - resenha de filme - assistir - faroeste diferente - sanguinário - lançamento - breve nos cinemas - cinemas - em cartaz - filme bom - recomendação de filme
Os oito odiados é dirigido por Quentin Tarantino; entre os atores, os mais conhecidos são Samuel L.Jackson e Kurt Russel.

O filme começa com uma diligência onde o carrasco John Ruth esta com sua prisioneira Daisy Domergue, rumo a Red Rock, onde Daisy será enforcada e John receberá sua recompensa. No caminho, em um cenário totalmente gélido, em meio a somente neve e mais neve, surgem o Major Marquis Warren, um caçador de recompensas, e Chris Mannix, que diz ser o novo xerife de Red Rock, pedindo carona na diligência de John, devido a forte nevasca.



Com a tempestade de neve se intensificando, eles buscam abrigo no armazém da Minnie, uma parada de diligências famoso nas montanhas. Ao entrar no armazém, descobrem que Minnie não está, ela foi visitar a mãe, e encontram 4 estranhos, que também estão ali abrigados esperando a tempestade passar. São eles: Osvaldo Mobray, Joe Gage, Snaford Smithers e Bob.

A partir daí amigão, muitas coisas acontecem, aos poucos eles vão descobrindo os podres uns dos outros e a guerra começa. A história passeia entre o drama e o suspense, com pitadas de humor e aquele toque sangrento de faroeste. 

os oito odiados - Quentin Tarantino - os 8 odiados - oito odiados - 8 odiados - samuel l. jackson - faroeste - suspense - drama - resenha - resenha de filme - assistir - faroeste diferente filme bom - recomendação de filme
Os oito odiados é um filme longo, com quase 3h de duração (2h48min pra ser mais precisa). Confesso que dei uma boa cochilada no começo, porque a cena da diligência na neve se estende muito, e como eu estava na sala vip do Cine Araújo (uma daquelas salas que a poltrona é MEGA CONFORTÁVEL e reclina), não deu pra segurar o sono. Cheguei a achar que o filme não iria engrenar, mas assim que chegam no tal armazém para se abrigar, a coisa começa a ficar boa (por sorte meu marido percebeu isso e me acordou hahahah).

A fotografia é EXCELENTE, mesmo um cenário sem graça como a neve, com céu e terra toda branca, conseguiram fazer um ótimo trabalho, aos poucos você começa a se climatizar, a sentir até mesmo frio (talvez pelo ar-condicionado potente do cinema, maaaaaas... rsrsrsr). Acredito que o filme começa, e se estende bastante, no cenário de neve com esse propósito, de colocar o expectador naquele mesmo clima gelado, e assim que chegam no armazém automaticamente as coisas começam a aquecer (nós, os personagens e a história, ô a história começa a ferver).


os oito odiados - Quentin Tarantino - os 8 odiados - oito odiados - 8 odiados - samuel l. jackson - faroeste - suspense - drama - resenha - resenha de filme - assistir - faroeste diferente filme bom - recomendação de filme
Um faroeste atípico por sua ambientação e bem sanguinário, vá preparado para sangue jorrando na tela. Outro ponto interessante é que não há um protagosnista definido, um não tem mais voz que outro, a história passeia pelos oito enclausurados. Lógico que mesmo sendo assim, alguns sempre vão se destacar, na minha opinião foram Marquis Warren (Samuel L. Jackson) e  Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), com atenção especial a atuação da atriz que personifica a Daisy; putz, mega atuação!

A grande verdade é que todos os atores de Os oito odiados atuaram magnificamente bem, não há dúvidas de que eles são aqueles personagens, passam uma verdade ímpar. Por falar em personagens, é curioso que são oito tipos sociais bem precisos, e absolutamente nenhum deles faz o papel daquele ideal de herói. Com isso ficamos sem ter por quem torcer, enquanto apreciamos o ringue que o armazém se tornou.

os oito odiados - Quentin Tarantino - os 8 odiados - oito odiados - 8 odiados - filme - cinema - samuel l. jackson - faroeste - suspense - drama - resenha - resenha de filme - assistir - faroeste diferente - sanguinário - lançamento - breve nos cinemas - cinemas - em cartaz - filme bom - recomendação de filme

Vamos a sinopse e trailer oficiais:
"Os Oito Odiados (The Hateful Eight)
Durante uma nevasca, o carrasco John Ruth (Kurt Russell) está transportando uma prisioneira, a famosa Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele espera trocar por grande quantia de dinheiro. No caminho, os viajantes aceitam transportar o caçador de recompensas Marquis Warren (Samuel L. Jackson), que está de olho em outro tesouro, e o xerife Chris Mannix (Walton Goggins), prestes a ser empossado em sua cidade. Como as condições climáticas pioram, eles buscam abrigo no Armazém da Minnie, onde quatro outros desconhecidos estão abrigados. Aos poucos, os oito viajantes no local começam a descobrir os segredos sangrentos uns dos outros, levando a um inevitável confronto entre eles."




Recomendo o filme e se possível, assista no cinema, para curtir mais ainda com a tela gigantona e a qualidade do áudio para intensificar ainda mais as emoções. ;)

10 comentários:

  1. Henrique Pestore31/1/16

    Tarantino é sempre Tarantino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seeeeeeempre uma boa pedida ;)

      Excluir
  2. Carla S. Prestes31/1/16

    O final embrulhou meu estomago, mas realmente é um bom filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem sangrento né? Mas vendo o filme como um todo, o final como é se justifica. :*

      Excluir
  3. Nossa, já assisti e simplesmente adorei. Muitos fãs do Tarantino criticaram por não ser um Django, mas acredito que ele fez um excelente trabalho e explorou muito bem o cenário do armazém. O filme se passa quase que completamente lá e não consegue ficar entediante. Foi longo sim, mas acredito que o início um pouco arrastado se supera pelo desenrolar da trama, que é ótima!

    Gostei muito da resenha :)
    Beijo

    http://goulartmonique.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, o filme praticamente todo acontece dentro daquele armazém, um grande salão, sem que fique nem um pouco entediante. O começo mais arrastado fica totalmente esquecido depois que "o bicho pega" rsrsrs

      Que bom que gostou do filme e da resenha Monique, bem vinda ao Saia Rasgada :*

      Excluir
  4. Cremilda29/2/16

    Se não fosse esse teu marido aí hein... Tens muita sorte de ter um marido tão legal... Deverias ir lá dar um beijo nele...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Missão dada, é missão cumprida. :*

      Excluir
  5. O que um bom filme. Tarantino está provando ser um bom diretor de atores, com Samuel L. Jackson e Kurt Russell na cabeça de um elenco valente como o caçador de recompensas loquaz Marquis Warren e John Ruth, respectivamente, um grupo de artistas que destaca Walton Goggins (que na verdade, atualmente envolvido em uma série da HBO chamada Vice Principals) como o sul Chris Mannix e Jennifer Jason Leigh como o pérfido Daisy Domergue. O ódio oito é o mais respeitável Quentin Tarantino filme todo o caminho de Reservoir Dogs, apesar de algum risco de implausibilidade, a imprecisão genéricos e sanguinolencia excessiva; fiel ao seu estilo, mas com um diálogo frutífero e não uma verborragia história insuportável, e há explosões de violência sem justificativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem sanguinário, mas dentro de uma narrativa que justifica.

      Excluir

 

©2011Saia Rasgada | by TNB